O nome da jornalista Miriam Leitão ficou entre os nomes mais comentados do Twitter, no domingo (9) e na manhã desta segunda-feira (10), por conta de declarações que ela deu na semana passada contra o presidente Jair Bolsonaro.

– Está na hora de as redes de comunicação como Facebook, Twitter e todas outras redes começarem a tirar o presidente Bolsonaro dessa conexão. E foi assim com o ex-presidente Trump. Teve um momento [em] que ele foi banido das redes sociais – disse Miriam.

 

Apoiadores do governo Bolsonaro, incluindo o deputado federal Carlos Jordy, manifestaram-se contra a jornalista.

– A “democrata” Miriam Leitão defende que o presidente Bolsonaro seja banido das redes sociais. O que esperar de uma pessoa que militou no partido comunista? – apontou o parlamentar.

 

Fonte: Pleno News