Segundo o colunista Gabriel Perline, do IG, a Globo prevê um corte de mais de 150 profissionais da área de Jornalismo, nas bases de São Paulo, Rio, Brasília e nas sucursais internacionais. O objetivo seria reduzir a folha de pagamento.

Ainda de acordo com Perline, há uma tática de cortes a conta gotas para esconder do sindicato a “demissão em massa”.

– Todas [as] semanas um grupo pequeno de profissionais é chamado ao RH, em dias diferentes, e recebe o aviso de corte. As razões apresentadas são a reestruturação interna – relata a coluna.

Para determinar as demissões, a Globo considera o tamanho do salário e a produtividade dos profissionais. Um funcionário que ganha acima da média, mas produz muito pode ficar. Porém, o mesmo não acontece com quem faz poucas reportagens.

– Mas há também o outro caso: se o profissional tem um salário mediano e mesmo assim não é dos mais produtivos, ou apresenta problemas nos bastidores, ele também entra na lista de cortes – relatou ainda Gabriel.

Fonte: Pleno News