Nessa quinta-feira (19), o ator José de Abreu lançou sua autobiografia, intitulada Abreugrafia – Livros 1 e 2. Em uma noite de autógrafos marcada por um clima de campanha política, o artista recebeu amigos, famosos e políticos. O evento foi realizado na Livraria da Travessa, no Leblon, Zona Sul do Rio de Janeiro.

Na ocasião, Abreu falou sobre sua pretensão às eleições de 2022, em conversa com o colunista Lucas Pasin, do portal UOL. Na avaliação do ator, o Brasil chegou ao “fundo do poço”.

– Se depender de mim, sairei candidato no ano que vem, seja [como] deputado ou senador. O Brasil já chegou ao fundo do poço e, agora, ao lado de Lula candidato, queremos reerguer o país – declarou.

De acordo com Abreu, sua aventura política será curta e não atrapalhará seu trabalho artístico.

– Serei político por quatro anos só, e não para o resto da vida. Preciso fazer algo pela nossa Cultura. Não quer dizer que viverei político, não; será um período apenas – assinalou.

Antes, porém, o ator pretende passar um tempo em Portugal. Segundo Pasin, Abreu disse a amigos próximos no local que viajará para o país europeu na próxima semana, visto que as gravações da novela Um Lugar ao Sol, da Globo, estão finalizadas. Para o ator, está “impossível circular aqui, no Brasil”, devido aos seus “posicionamentos políticos”.

– Faltam muito com o respeito comigo. Terrível – reclamou.

Abreu é filiado ao Partido dos Trabalhadores e é entusiasta da candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O primeiro volume da autobiografia do ator conta com prefácio escrito pelo ex-presidente.

A noite de autógrafos, inclusive, teve a presença de um fã fantasiado de Lula. Vestindo uma máscara com o rosto do petista, Guilherme Ribas recebeu seu autógrafo e tirou fotos com Abreu. Na ocasião, também estiveram representantes do MST (Movimento do Sem Terra), que presentearam o artista com um boné da organização.

Entre os presentes, estavam ainda a namorada do artista, Carol Junger, a empresária Claudia Wildberger, o deputado federal Marcelo Freixo e o ator Tonico Pereira.

Fonte: Pleno News