Nesta segunda-feira (1º), o deputado federal Eduardo Bolsonaro criticou a revista Crusoé e afirmou que o veículo mente ao afirmar que ele pagou o aluguel de uma residência onde o jornalista Allan dos Santos, do Terça Livre, morou. Em sua conta do Twitter, o parlamentar afirmou que irá processar a revista.

De acordo com a Crusoé, Eduardo teria pago o aluguel de uma mansão em Brasília que teria sido usado como “bunker” por Allan. O jornalista ficou no local até agosto de 2020, quando deixou o Brasil e se mudou para os Estados Unidos (EUA). De acordo com a revista, atualmente a residência pode ser alugada por R$ 9 mil.

Ao negar a acusação da Crusoé, Eduardo lamentou que o restante da imprensa segue retransmitindo uma “acusação falsa”.

– Crusoé faz uma acusação falsa e o restante da imprensa vai retransmitindo. Jamais paguei aluguel a ninguém e isso de tão infundado virou chacota. Igual ao gabinete do ódio que só existe na cabeça daqueles que formam narrativas para nos difamar. Nos vemos no tribunal, Crusoé – apontou.

Fonte: Pleno News