Nesta quinta-feira (23), a Câmara Municipal de Londrina rejeitou a criação do Conselho Municipal dos Direitos LGBT. A proposta, encaminhada pelo prefeito Marcelo Belinati (PP), teve 12 votos contrários, cinco a favor e duas ausências.

O projeto de Belinati queria a formação de um órgão consultivo para políticas públicas destinadas a gays, lésbicas, transexuais, travestis e transgêneros.

Manifestantes contrários e favoráveis à criação do conselho foram até a Câmara Municipal. Eles protestaram em frente ao prédio.

A votação em primeiro turno deveria ter acontecido há duas semanas, porém o vereador Fernando Madureira (PTB) retirou a proposta por quatro sessões após atos realizados por membros da 1ª Igreja Batista de Londrina. A Arquidiocese foi uma das entidades que deram aval para a formalização do conselho.

Fonte: Pleno News