Malafaia critica falas de Galvão sobre Tite no jogo desta sexta

O pastor Silas Malafaia usou as redes sociais para criticar comentários de Galvão Bueno durante o jogo das Eliminatórias da Copa do Mundo nesta sexta-feira (4). O líder evangélico disse que o comentarista da TV Globo forçou uma relação entre a comemoração dos jogadores e o apoio ao técnico Tite.

– A piada do Galvão! Ontem na transmissão da Globo, Galvão quis insinuar que a comemoração dos jogadores no primeiro gol do Brasil era uma demonstração de unidade e apoio ao técnico por decisões que ele tem tomado, insinuando sobre a Copa América. No segundo gol foi a mesma coisa. Piada! – escreveu.

O Brasil levou a vitória sobre o Equador por 2 x 0. Após primeiro gol, feito pelo atacante Richarlison, Galvão disse que a imagem da celebração entre os jogadores e Tite era “emblemática”, e representava o relacionamento nos bastidores.

– Quero chamar atenção para uma coisa, vou pedir para que se coloque a imagem de novo. Ela é emblemática. Porque os jogadores mostraram descontentamento, o Tite bancou os jogadores. O Tite e o Juninho foram conversar primeiro com o presidente da CBF, o descontentamento do anúncio da Copa América sem falar com os jogadores, sem conversar com eles – disse.

Ele seguiu dizendo que o técnico possui “todo o vestiário na mão”.

– Os jogadores pediram para conversar com o presidente, o Tite promoveu o encontro, ficou do lado dos jogadores. Seguramente tem todo o vestiário na mão. E assim que a bola parar, vocês vão ver que o time inteiro vai abraçar o Tite. São imagens, Júnior, que a gente percebe, depois de anos e anos de futebol – disse Galvão a Júnior, que comentava a partida.

Galvão finalizou dizendo temer que Tite peça demissão após o próximo jogo com o Paraguai, devido às divergências acerca da transferência Copa América no Brasil durante a pandemia.

– Olha só. É que a gente não pegou a chegada, vem todo mundo. Um por um. Ali é o seguinte: “chefe, obrigado, você ficou com a gente. Você é o cara”. Isso é importantíssimo no futebol. Só não sei o que vai acontecer depois do jogo do Paraguai. Eu tenho medo até que o Tite diga assim: “obrigado, tô indo”. Não tenho informação nenhuma, só um sentimento – declarou Galvão.

Fonte: Pleno News