Zambelli “invade” CPI e acusa Azis e Renan Calheiros de ameaçarem depoente para falar mal do Governo Bolsonaro

A sessão da CPI da Pandemia desta quarta-feira (12) está pegando fogo. A deputada federal Carla Zambelli usou as redes sociais para acusar o presidente da comissão, senador Omar Azis, e o relator, Renan Calheiros, de tentarem coagir o depoente, Fábio Wajngarten, a falar mal do Governo Bolsonaro. Wajngarten é ex-secretário de Comunicação Social da Presidência da República.

“Ao ver que Fábio não estava criticando o Presidente ou atacando o governo, o relator e o presidente da CPI começam a fazer ameaças ao depoente, insinuando que ele estaria vulnerável agora que não está mais no governo” — relatou Zambelli.

A parlamentar, que é aliada do presidente da República, chegou adentrar no local onde ocorre a comissão, o que motivou a paralisação da mesma.

“O Renan Calheiros disse que serei convidada a me retirar da CPI. Fica claro qual é o objetivo dessa vergonha. O senador Omar Azis humilhou o Fábio dizendo que ele sequer seria lembrado não fosse pela entrevista da Veja. Insinuou que Fábio será preso aqui. Abuso de autoridade” — declarou a deputada.

Veja o momento da entrada de Zambelli na comissão:

Ex-integrante do governo sendo ameaçado:

Fonte: Portal BR7