Pedidos de impeachment de Bolsonaro: Arthur Lira diz que são ‘improcedentes’ e ‘inúteis’

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, criticou nesta terça-feira (27) a pressão da oposição para que os pedidos de impeachment que pesam contra Bolsonaro sejam aceitos pela casa legislativa. Segundo o parlamentar, todos os pedidos que ele analisou são ‘improcedentes’ e ‘inúteis’.

“Não cabe a esta casa instabilizar, neste momento, por conveniência política de A ou de B. O tempo é o da Constituição, da conveniência política, da oportunidade. Os pedidos de impeachment, em 100%, e não 95% dos que eu já analisei, são inúteis para o que entraram e solicitaram” — disse o presidente da Câmara, que respondeu a uma cobrança levantada pelo deputado Henrique Fontana (PT-RS) acerca do tema.

Ao responder o deputado petista, Lira ainda frisou o fato do ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ter permanecido no comando da casa legislativa sem se manifestar sobre os mais de 60 pedidos de impeachment que existiam durante sua gestão.

“Queria só pedir um pouco de reflexão ao deputado Fontana, eu não via esses apelos nos dois anos do ex-presidente Rodrigo Maia com 60 pedidos de impeachment na sua gaveta nesta Casa. Eu estou há dois meses, deputado Fontana, e pediria a vossa excelência um pouco mais de tranquilidade, um pouco mais de paciência” — completou.

Fonte: Portal BR7