“Prendam Bolsonaro, mas soltem Lula e deixem-no elegível”

Na segunda-feira, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) usou sua conta na rede social X para expressar críticas à investigação em curso pelo Judiciário sobre o ex-presidente Jair Bolsonaro. Especificamente, ele se referiu ao grupo dentro da Polícia Federal que segue as diretrizes do ministro Alexandre de Moraes do Supremo Tribunal Federal (STF) como a “PF de Moraes”.

Eduardo compartilhou uma notícia com o título “Bolsonaro gastou R$ 1.900 em uma casa lotérica em abril de 2023, segundo a Polícia Federal”. Em resposta, ele comentou:

“Seu trabalho é difícil? Imagine o da ‘PF de Moraes’, que precisa encontrar corrupção até nas apostas que o presidente Jair Bolsonaro faz em lotéricas.”

Ele também destacou uma agenda política por trás da investigação das ações de Jair Bolsonaro:

“Somaram tudo o que ele apostou em abril, e o total foi de R$ 1.900. Prendam este Presidente! Mas deixem Lula livre e elegível.”

A investigação continua sendo um assunto controverso, com implicações políticas repercutindo em todo o Brasil.

Bruno Rigacci

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies