Anvisa irá debater regulação de cigarros eletrônicos no Brasil

A retomada da discussão sobre os cigarros eletrônicos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é um importante passo para a regulamentação desses produtos no Brasil.

A proibição atual da comercialização, importação e propaganda de cigarros eletrônicos é uma medida importante para proteger a saúde da população. No entanto, a proibição não é suficiente para impedir o acesso a esses produtos, que continuam a ser comercializados ilegalmente no país.

A regulamentação dos cigarros eletrônicos é uma forma de garantir que esses produtos sejam seguros e que as informações sobre seus riscos sejam amplamente divulgadas.

A audiência virtual convocada pelo diretor-presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, é uma oportunidade para ouvir os diferentes setores envolvidos no debate sobre os cigarros eletrônicos, incluindo a indústria, a sociedade civil e os órgãos de saúde.

A expectativa é que a Anvisa tome uma decisão sobre a regulamentação dos cigarros eletrônicos em breve. A decisão deve ser baseada em evidências científicas sobre os riscos e benefícios desses produtos.

A regulamentação dos cigarros eletrônicos é uma questão complexa, mas é importante que o Brasil tome uma decisão sobre esse tema. A proibição atual não é suficiente para proteger a saúde da população, e a regulamentação pode ser uma forma de garantir que esses produtos sejam seguros.

Bruno Rigacci

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies