O Superior Tribunal de Justiça (STJ) está disposto a gastar pelo menos R$ 590 mil com alimentos neste ano. O café da manhã dos servidores e magistrados será especialmente reforçado: serão gastos R$ 36 mil em cápsulas de café e R$ 34 mil em pão de queijo. Também estão reservados R$ 8 mil para refrigerantes.

A Corte também planeja gastar R$ 7 mil em pacotes de biscoito do tipo casadinho com goiabada – o que dá uma média de 12 quilos do doce por mês. Também está na lista de gastos a aquisição de 1,3 mil pacotes de biscoito recheado, a um custo de R$ 4 mil para o contribuinte.

A licitação para definir o fornecimento dos gêneros alimentícios será aberta na próxima sexta-feira (14). Serão beneficiados ministros, servidores e o berçário.

Fonte: Pleno News