Em busca de apoiadores para sua campanha na corrida presidencial de 2022, o ex-juiz Sergio Moro almoçou nesta quarta-feira (24) com o governador de Minas Gerais, Romeu Zema. O encontro ocorreu no Palácio Tiradentes, sede do governo estadual.

Uma foto do encontro foi publicada nas redes sociais de Moro, que afirmou ter conversado “sobre a importância de Minas Gerais”. O almoço contou ainda com a presença de Renata Abreu, presidente do Podemos.

 

Moro se filiou à sigla no último dia 10 e confirmou que entraria na disputa pela Presidência da República dois dias depois. Desde então, o ex-ministro da Justiça do governo Bolsonaro tem feito articulações nos bastidores da política em busca de figuras que apoiem sua candidatura.

NOME EM DISPUTA
Romeu Zema governa o segundo maior colégio eleitoral do Brasil. Nos últimos anos, Minas foi o estado brasileiro que mais se aproximou do resultado total das eleições presidenciais, tanto no primeiro quanto no segundo turno.

No segundo turno de 2018, 58% do estado votou em Bolsonaro, e ele foi eleito com 55% dos votos. Em 2014, enquanto Minas cravava 52,41% dos votos para Dilma Rousseff no segundo turno, no Brasil a petista recebeu 51,64% dos votos. Nas eleições de 1998 não foi diferente: Fernando Henrique Cardoso (PSDB) obteve 53,1% de votos no Brasil e 55,7% em Minas.

A importância do estado no cenário eleitoral acaba gerando uma disputa em torno de Zema. O governador já foi diversas vezes elogiado pelo presidente Jair Bolsonaro.

No último dia 17, nos Emirados Árabes, Bolsonaro chamou Zema de “pessoa fantástica” e afirmou: “O Brasil tem 27 governadores, um se faz presente, de um dos estados mais pujantes do nosso Brasil. Queria saudar o prezado governador Romeu Zema, de Minas Gerais”.

Fonte: Pleno News